Todo Natal parece ter um roteiro muito bem definido. Amigo secreto no trabalho, festa da “firma”, ceia de Natal e toda sorte de meias e cuecas que ganhamos de tias e de avós. Mas dá para ser diferente. Dá para ser mais criativo do que isso. A verdade é que ninguém sabe muito ao certo quem é que teve a ideia de criar uma troca de presentes secretos nem se a intenção era aproximar familiares, amigos de trabalho ou o que quer que fosse. Mas o que se pode dizer com segurança é que a brincadeira natalina começou a se popularizar justamente pela falta de fartura de presentes.

Presente de natal

O amigo secreto, mais ou menos como praticamos hoje, se popularizou na época da Crise de 1929, quando o dinheiro dos trabalhadores americanos minguou e a forma encontrada para que todos tivessem algo para levar para casa foi distribuindo os presentes secretamente. Coisas muito simples, é claro.

Alternativas de amigo secreto

Então, que tal se adaptarmos o amigo secreto ou criarmos novas tradições neste ano que já vai indo embora? Aí vão 05 sugestões para inovar na tradição.

Amigo literário

Ok, vamos começar pela explicação. O brasileiro segue como um dos púbicos que menos consome literatura no planeta. E, nossa, é maravilhoso receber uma boa camisa, calça ou boné de amigo secreto. Mas e se você estimulasse seus familiares ou parceiros e parceiras de trabalho a lerem mais?

O legal aqui é definir alguns poucos padrões e dar muita liberdade de escolha. Você podem decidir que o padrão de escolha é presentear seu amigo secreto com o livro que mudou a sua vida, por exemplo. Ou, se quiser ser menos impositivo, peça sugestões por seções. Por exemplo, vale que cada um indique de qual prateleira da livraria deveria vir seu presente: literatura latino-americana ou ciências aplicadas? Romance ou best sellers? Depois, decidam outras regras complementares: valem HQs e graphic novels ou apenas literatura? De repente, você vai começar a entender melhor o gosto do seu amigo. O importante é distribuir e receber literatura.

Salve-se quem puder

Aqui não há nenhuma necessidade de sites que fazem sorteios. A ideia é que todos comprem presentes dentro de um valor combinado. No dia da troca dos presentes, distribua-se senhas. A partir daí, façam um sorteio. Quem for sorteado escolhe os presentes ainda embrulhados. A ideia aqui é proporcionar o debate e aproximação, já que quando os presentes forem abertos vocês poderão trocá-los a partir da boa e velha conversa.

Corra das bruxas italianas

Na Itália, o Natal mais tradicional não tem Papai Noel, mas uma bruxa boazinha, La Befana, que visita as crianças nas madrugadas de 5 e 6 de janeiro, distribuindo presentes para as “crianças boas”. E, bem, aqueles que não foram bem na escola ficam sem presentes, ganhando apenas um pedaço de carvão. Aqui o “amigo secreto” pode acabar com um pouco de ressentimentos, é verdade, porém, quem é que definiu que todos precisam ganhar presentes mesmo?

Então, definam em grupo qual foi o familiar ou colega de trabalho que não mereceu presentes. E deixe-o apenas com um pedaço de carvão… Ok, o carvão pode ser substituído por um belo pedaço de bolo e abraços apertados. Ou vai que bruxa volta para nos visitar um dia desses, né?

Detetive

É bastante simples: crie ao menos cinco pistas (vale despistar seu amigo secreto uma vez com uma dica fake) e esconda seu presente na casa ou espaço onde o amigo secreto vai rolar. Como se fosse uma brincadeira de detetive ou caça ao tesouro, faça seu amigo secreto tentar descobrir onde foi parar e o que é o presente a partir das pistas. Com bom humor e boas piadas tende a funcionar muito bem.

Faça o que eu faço

A ideia aqui é parecida com o velho “se eu pudesse dar um conselho…” O principal: troque o presente físico por uma experiência. Por exemplo, se você visitou um restaurante maravilhoso e tem certeza de que seu amigo secreto gostaria de estar ali, dê um “cupom” para ele. Pode apostar que qualquer restaurante vai entender a brincadeira e aceitá-la prontamente, basta já deixar o presente pago.

Mas, claro, valem exposições, parques, praças, esportes coletivos ou individuais. Dessa forma, você naturalmente vai ser convidado a fazer uma atividade que alguém associa a você, mas também é uma dica especializada. Só é proibido ser preguiçoso ou muito óbvio. Quanto mais desafiador, melhor.

RELACIONADOS
DEIXE UM COMENTÁRIO

Entrar na Área Restrita